11.29.2006

Segundo dia, o dos mercados fluviais

Ainda em Xangai
Continuamos em Bangkok ate amanha de manha, quando vamos para Phuket e PhiPhi Islands.
Hoje foi acordar as 6 da manha e descer 100Km em direccao ao mercado fluvial que e do outro mundo!Vende-se tudo em barcos. E provavel que muitos de vos se lembrem deste lugar pelos filmes de accao. E um espaco altamente cenografico.
Depois foi voltar para Bankok, almocar e ir para a China Town. Estavamos com saudades! Mas que porcaria pegada que aquilo e. Alem da imensa poluicao de Bangkok e lixo por todo o lado, os piores cheiros da China e muita muita traquitana a venda. E para mais, comecou uma chuvada torrencial. De certa forma foi outro mercado fluvial! De volta ao hotel, banhoca tomada(e altamente recomendavel com estas temperaturas loucas), agora e tempo de boxe(que ontem acabamos por perder a hora!) e noitada.
Saudades Pessoal!

11.28.2006

No paraiso backpack

A minha viagem final ja comecou.Neste momento escrevo-vos de Bangkok, da rua mais hippie que possam imaginar. E a Khaosan Road,se virem o filme "A Praia" e a rua onde ele fica hospedado e bebe o sangue de cobra. E isso tudo que voces possam imaginar e muito mais.Ha ruas escondidas por todos os lados.
Ontem foi o tempo de chegar, jantar e ver um "espetaculo" do outro mundo, que so posso descrever pessoalmente, e que nunca pensei ter coragem para assistir...
Hoje fomos tratar do visto para entrar no Vietname daqui a 15 dias, visitar o Palacio Real, mais uns mercados de perder a cabeca, o Templo do Buda Gigante. Agora devera ser o descanso pre-noitada,jantar e depois um desafio de box tailandes e God knows what a seguir,com direito a caves labirinticas e apostas.
Ha muitos jovens backpackers por todo o lado, diz-se que Bangkok e o paraiso backpack, e eu acredito. Esta tudo feito para nos que carregamos a casa as costas. Se forem ao Watson (loja de conveniencia de produtos de higiene) ha uma seccao de miniaturas para levares na mochila. A estadia e barata e a roupa, acessorios e tudo e tudo e tudo, e ao preco da chuva.
Calor, tanto calor...a seguir ilhas Phiphi. Quando puder ponho fotos...

11.24.2006

Comentarios

Os blogs estao novamente bloqueados aqui na China. Desde ha alguns posts que nao consigo colocar comentarios. Por isso escrevo aqui umas notinhas:
POST DE MAU GOSTO:
- Ao anonimo que fez o primeiro comentario digo que "sim,sr". E pela mesma razao que na opera se deve aplaudir e se deve patear. Se se gosta aplaude-se se nao se gosta bate-se com o pe. Depois deste comentario, e porque este blog e um organismo vivo, reli e achei que podia reescreve-lo. Creio estar melhor agora.
- Jota, de "mau gosto" porque falar de casas de banho publicas raramente e de bom gosto,am i correct?
- Dany Azeitona- achei muito apropriada essa comparacao. Se tivesse outro tipo de blog achava bastante interessante debater esse tema. Em Portugal, correcta ou incorrectamente tem-se muito pudor em falar de certos assuntos. A comecar por mim, devo confessar.
DO CAO AO CAO:
- Obrigada Joao, assim que entrar de ferias vou dedicar-me a actualizar as minha informacao de blogs e paginas pessoais e a tua esta no topo.Agora se quiseres passar pela Asia apita primeiro, que podemos nao estar por ca...mas sim pela Tailandia,etc,etc
- Dany: Sabes que so consigo comer cao porque sei que a Ninoca e uma senhora!
- SGTZ- Pombos nao obrigada. Distancia!
- b...- Saudades.CLARO que me lembro de voces, muitas vezes ate. Como esta o projecto da Praia Grande?Mandem novidades.
- SGZT- Volto em Dezembro :)

11.17.2006

Do cao ao cao

Agora, em Pequim, foi decretada a lei "Uma familia, Um cao".
Estando ca percebo perfeitamente porque. Em Xangai nao ha esta lei mas, ter um cao custa em imposto governamental cerca de 400 euros anuais, que e completamentamente incomportavel para a maioria das familias chinesas. O unico chines que conheco com cao e o Wang, que trabalha comigo, e que tem um salsicha tao pequenino que decidiu chamar-lhe de 幾乎, que quer dizer "quase", porque segundo as suas palavras "e quase grande".Para nao o diminuir. Foi ele que me explicou que cada cao tem uma caderneta onde sao actualizadas as visitas ao veterinario,as vacinas e o valor a pagar ao estado. Claro que, com valores deste genero, quem quer ter um cao e goza de bons conhecimentos, tem-no.
Continuando...
A principal razao acaba por nao ser de saude publica nem de espaco,mas sim alimentar. Num pais com mais de um biliao de pessoas e preciso pensar constantemente na luta contra a fome. Se tivermos em conta que a maioria da area geografica chinesa sao zonas rurais e, que e ai que mais necessidades se passam, comecamos a racionalizar a lei de outra forma.
Aprendi ha pouco a razao porque na China se come tudo o que mexa. A maior parte do terreno chines nao e aravel. Embora se comam vegetais, a maioria da alimentacao e composta de arroz e carne ou peixe. Nas alturas mais negras tudo o que era possivel comer,comia-se, e acabou por se enraizar na dieta nacional.
Isto tudo para dizer que a logica e "do cao ao cao".
(E para quem me perguntou se ja comi cao, saibam que sera algures durante a proxima semana.)

11.15.2006

Post de mau gosto

Ontem tive um jantar bastante engracado com o portugues mais chines de Xangai. Ja ca esta a viver ha 5 anos. Fartei-me de aprender. Sobre a epoca do SARS, em que a cidade ficou deserta, os precos passaram todos para metade e ninguem trabalhou por mais de 3 semanas. Foi nessa altura que proliferaram os DVDs piratas, os cinemas fecharam e quebrou-se o culto de conviver com multidoes, quer em concertos, quer em reunioes publicas. Foi a altura em que os KTV (locais de Karaoke) explodiram por Xangai e a moda continua em forca ate hoje.
Mas acho que o mais engracado foi a explicacao in situ das casas de banho publicas.
Imaginem, ha milhoes delas. Nunca entrei. Eu sei, um erro que vai contra a aculturacao propria de uma contacto. Shame on me.
O que eu aprendi ontem, que pelos vistos nao iria aprender de outra forma, foi que a entrada destes espacos ha um senhor a controlar e que cobra o necessario. Nada contra, eu nestas coisas ate prefiro pagar. A minha experiencia europeia diz-me que a borla e desastroso.Por cima ha um escritorio, que deve ser a base intelectual de toda esta maquina. So far, so good.
O curioso e saber que ao passar o primeiro controlo vemos um corredor risco ao meio com portas a esquerda e portas a direita. E aqui que tudo acontece.
O senhor da entrada pergunta o que vais la fazer. Se for uma coisa e para esquerda, se for outra coisa e para a direita.
Quem olhar mais a fundo este tema percebe que isto e muito mais China do que parece a partida. A distancia fisica social tem o mesmo comprimento que a distancia social psicologica. Em Portugal e normal que fiquem chocados com esta invasao de privacidade. Aqui nao. Mesmo em conversa com este meu amigo, ele explicava-me que, vivendo numa casa tipicamente chinesa, divide a sua vida com todos, e todos com ele. O pudor na China e um conceito completamente diverso do Ocidental.

11.06.2006

Oscar

Não tem nada a ver com Xangai mas isto é lindo. É por estas e por outras que os arquitectos são uma classe à parte, diga-se o que se disser.
Aos 99 anos, Oscar Niemeyer decidiu se casar novamente. A notícia foi divulgada pelo jornal carioca O Dia. A eleita é sua secretária Vera, de 60 anos, que trabalha com o arquiteto há 30. A data ainda não foi marcada, mas a união – apenas no civil, já que Niemeyer é ateu – deve acontecer ao longo do mês de novembro. Viúvo desde 2004, depois de 75 anos casado com Annita Balbo, com quem teve uma filha, Anna Maria, o arquiteto se recupera em casa, no Rio, de uma cirurgia a que foi submetido no dia 8 de outubro em função de uma fratura no quadril, decorrente de uma queda.